Sejam Bem-vindos

Ideia, cinema, literatura, opinião, crítica, política, Direito, dia-a-dia - Um espaço para escrever, relaxar e soltar o verbo.
A preocupação é deixada de fora.


Sinta-se em casa!




sexta-feira, 3 de novembro de 2017

O Capital

O filme acompanha a trajetória do francês Marc Tourneuil, mais jovem presidente de um imenso
banco europeu, que começa a mover as peças para se tornar grande mundialmente. A primeira atitude do jovem a frente do banco é reunir numa palestra, presencial e virtual, todos os seus funcionários, e dizer que quer relatórios sigilosos de cada um dizendo o que os impede de crescer dentro da empresa, e que a partir disso o nepotismo, o assédio moral e as burocracias internas terão seu fim.  Sob os aplausos maiúsculos dos funcionários da base, o jovem saí aclamado da palestra, mas mal sabem eles que o objetivo do relatório é a demissão de mais de um terço do total de empregados, visto que isso geraria um crescimento nas ações e um grande lucro em pequeno prazo. O cineasta grego naturalizado francês Constantin Costa Gravas, continua ativo a comprometido politicamente com seu tempo, mostrando de um modo um tanto didático as manobras e artimanhas dos grandes banqueiros mundiais, que atuam em conjunto com o claro objetivo de deixar os ricos cada vez mais ricos, e os pobres ainda mais miseráveis, alimentando um sistema capitalista selvagem que a cada dia cumpre seu principal e fiel objetivo: distribuição desigual das riquezas produzidas na terra. Nota 8,5