Sejam Bem-vindos

Ideia, cinema, literatura, opinião, crítica, política, Direito, dia-a-dia - Um espaço para escrever, relaxar e soltar o verbo.
A preocupação é deixada de fora.


Sinta-se em casa!




sexta-feira, 19 de novembro de 2010

15 anos. (by Fabi)

Meu post, hoje, no blog é p/ vc, Mariana Beatriz. Minha filha, minha amiga, minha companheira, minha "cria". Amanhã completando 15 aninhos.
Parece que foi ontem que eu saí do laboratório, depois de pegar o resultado POSITIVO do exame de sangue e a primeira coisa que comprei, foi uma bolsa rosa linda!!!!! Eu sabia que seria menina!!!! E vc veio exatamente como eu havia sonhado: linda, cabeluda, gordinha e com o mesmo sorriso que carrega nos lábios até hoje. E como vc sorria!! E como passa rápido! Há tão pouco tempo conversávamos sobre Barbie's e hoje, conversamos sobre rapazes. Quando vc chegou em minha vida eu era tão despreparada, com aquela insegurança típica das "mães-marinheiras-de-primeira-viagem", olhava vc dormir e colocava o dedo no seu narizinho p/ ver se vc estava respirando, pq eu tinha medo que vc virasse anjo e me deixasse sozinha, pois no fundo, no fundo, eu sabia que seríamos sempre só nós duas. E assim foi.
As coisas nunca foram muito fáceis p/ gente. Mas e daí? Ninguém me garantiu que seriam... E eu acho que já me acostumei a dançar de acordo com a música da vida.
Vc me mudou. Acho que quando a gente é mãe, a gente perde o medo de tudo, ou ganha medo de tudo. Morrer? Não, as mães não morrem. Precisam viver pelos filhos. Pelo menos lutam p/ isso. Vc está crescendo e eu percebo que nada muda. As preocupações só tomam dimensões maiores. Os medos só mudam de objeto.
Eu vou estar sempre aqui p/ vc. Eu serei sempre aquela que vai beijar o seu dodói ,quando vc cair, só p/ vc ter a sensação de que, aquele dodói, vai sarar logo. Aquela, que vai acordar de madrugada e colocar a mão em vc, não mais p/ saber se vc estará respirando, mas p/ sentir a textura da sua pele um momento solitário meu, individual, particular, como uma necessidade primária de quem precisa sentir-se amado e querido...
A mamãe sempre vai te chamar de meu neném, de meu cocô, de pipoquinha, de Naninha....Pq vc pode até crescer, mas nunca deixará de ser a minha coisinha pequenininha de maria-chiquinhas que pulava igual a pipoca, que fazia um biquinho quando falava "coração", que não sabia falar o L das palavras.
Passado o momento nostalgia da mamãe, saiba que enquanto DEUS me der força e saúde, estaremos juntas. Que, apesar de todos os obstáculos que a vida insiste em nos impôr, todas as contrariedades, a gente salta, pula, rebola e ultrapassa! Pq somos fortes, somos guerreiras e não estamos sozinhas. DEUS é conosco!
Que Papai do Céu estenda sobre vc, minha filha, seu braço forte, te protegendo, te guardando, te livrando de todo perigo, de todo mal, satisfazendo todos os desejos de seu coraçãozinho. Que vc possa crescer uma moça sensível, delicada, inteligente e cheia de qualidades. Feliz aniversário, meu amor! Há exatos 15 anos, vc faz a minha vida mais feliz...
Amo-te, filha. P/ vc, todo o amor que houver nessa vida...

Mamãe.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

(quase) Toda leitura nutre a inteligência ( By Cristiane)

Aos dez aninhos eu cursava a quarta série em uma escolinha particular, e minha professora, conhecida por todos como Tia Bia, sempre terminava a aula pedindo para que nós sempre déssemos valor à leitura, que era para lermos de tudo, desde quadrinhos até legendas nos filmes, tudo era válido.
Provavelmente hoje o discurso da Tia Bia é outro. Ela deve pedir aos alunos que continuem a ler, que não percam esse maravilhoso hábito, mas que o façam com cuidado, pois podem estar sendo manipulados.
O que vimos nos últimos meses em nosso país foi uma onda de informações manipuladoras com objetivos eleitoreiros. Era preciso violentar a todo o custo nossas mentes, nossas consciências, implantar suas opiniões pessoais em nossa cabeça, trabalhar em conjunto para nos fazer crer em tudo que era dito e exposto. Tínhamos que acreditar sinceramente em um capitalismo tucano com face humana, sem nos remeter ao passado sombrio. Tínhamos que passar a borracha e não olharmos pra trás, esquecer o entreguismo, os desvios, os excessos, as ovelhas negras que compuseram aqueles oito anos negros de Brasil do PSDB.
Infelizmente os donos do dinheiro são também os donos da mídia, e é dessa forma que podem povoar os meios de comunicação que compraram com pessoas competentes, com Arnaldos Jabores da vida que, inteligentemente, conseguem transfigurar a lei da selva do capitalismo com aquilo que chamam de “modernidade” ou “democracia de mercado”.
Mas o sonho da ascensão social esta acontecendo, agora, nesse minuto, e é pra valer!
O povo não quer mais um “gravatinha bonita” no jornal nacional dizendo palavras difíceis e chamando de terrorista os trabalhadores rurais, não quer mais distorções, não quer mais ser convencido por vocês do que é melhor somente pra vocês.
Não aguentamos mais suas mentiras e suas insinuações. Nossa resposta foi nas Urnas!
É meus amiguinhos burgueses, perderam, não foi? Doeu, não é? Podem ir se acostumando, pois está chegando comida pra quem morria de fome, estão educando aqueles que jamais haviam visto um caderno. O povo está lendo livro, vai aprender, suas máscaras cairão cada vez mais rápido. Comecem a tremer, a revolução silenciosa está armada, munida de feijão e quadro negro.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

E a vida volta ao normal... (by Fabi)


Acabou o milho, acabou a pipoca. É tudo novo, de novo. Depois de quase 2 meses de uma batalha via imprensa, hoje a população brasileira respira aliviada. Elegemos nossos representantes, exercemos nossos deveres cívicos, discutimos, assistimos às discussões para agora, finalmente, retomarmos às nossas rotinas.
Ligar a TV, abrir minha caixa de emails, estar em uma roda de amigos num bar ou até mesmo sentar na sala dos professores onde trabalho, tornou-se, na época da eleição, chato e cansativo. Não havia outro assunto. Aborto, bolinha de papel na careca do Serra, Dilma que vai morrer p/ o Temer assumir... Céus!!! Sobrevivemos a isso!
Existe vida após a eleição, amigos!!!!! E saber disso é reconfortante... Quem sabe agora, a gente possa assistir ao noticiário e dar mais atenção às outras matérias. Esqueceram até da Elisa Samúdio e do goleiro Bruno, que agora voltam, timidamente a ocupar a telinha... E do caso da menina Joanna? Tão semelhante ao da família Nardoni mas que, por causa das eleições, demos tão pouca atenção.
Hora de pensar nas festas de final de ano, naqueles carnês das Casas Bahia e Ponto Frio que vc vai adquirir, se o Fluminense vai ser campeão brasileiro, se até dezembro, mais alguém no Flamengo cometerá algum tipo de infração, se seu filho vai ser reprovado em Matemática, na retrospectiva que sempre fazemos qdo essa época chega, nas metas e promessas que nunca cumpriremos no ano vindouro, na dieta que vc vai fazer p/ diminuir o colesterol e os triglicerídeos, pq se não vc vai morrer, no pacote de carnaval para Porto Seguro que vc já está pagando desde julho, onde vc vai passar a "virada", enfim, o ano está acabando, pessoal!
Hora de voltar a tocar a vida...




terça-feira, 9 de novembro de 2010

Prós e contras de uma eleição marcada por preconceito e ignorância (by Gian)

Agora, finalmente, já posso abrir em paz minha caixa de e-mails.
Não vou mais me deparar com calúnias e mentiras vinda de gente que gosto. Pessoas tornam-se ignorantes em momentos de ódio. Agora volto a ler mensagens eletrônicas de todos, sem excluir as de ninguém.
Paz e amor na Internet.
Última também esta mensagem sobre política eleitoral. A partir daqui volto-me às postagens sobre comportamento, cultura, vida e sucrilhos kelloggs.

Afinal, quem perdeu e quem ganhou de toda a caça às bruxas da campanha eleitoral?

Os homossexuais, sem dúvida, sofreram a maior derrota na caminhada de seus direitos civis desde a formulação da nossa Constituição de 1988. A direita, liderada por José Serra e Geraldo Alkmin, proclamando as doutrinas ultrapassadas e preconceituosas da igreja católica e, principalmente, da evangélica, calaram a boca de todo e qualquer candidato que apoiasse qualquer idéia de união estável, adoção de menores, ou qualquer ato de igualdade familiar entre pessoas do mesmo sexo.
Infelizmente, muitas vezes as Igrejas servem aos propósitos reacionários. Os mais velhos lembram da "marcha com Deus pela democracia", das beatas, a favor da ditadura militar. Mais tarde, houve a pressão imensa da Igreja católica contra a Lei do Divórcio, impedindo, durante muito tempo, a união civil de desquitados.
E a direita pega as "deixas" e persegue, na luta pelos votos dos mais incultos.
Aliás, perseguir é mesmo a técnica da direita. Um dia, se não houver mais o que perseguir, fará os destros perseguirem os canhotos.
Felizmente, nem tudo parece perdido. Chico Alencar, com expressiva votação, puxou com ele o Deputado Federal Jean Wyllys, cuja proposta é abrir caminho para a conquista de direitos básicos para a classe GBLT, já que a intolerância religiosa sempre foi obstáculo árduo a ser ultrapassado nessa luta.

As mulheres também sofreram fortes derrotas. A campanha mentirosa do aborto, feita principalmente pela mídia, fez calar um tema de absoluta importância no debate da redução da mortalidade de mulheres do nosso país. Ninguém jamais falou em liberar o aborto. Todavia, a campanha tomou um rumo de não se poder discutir nem mesmo o procedimento correto com gestantes em risco de morte.
Contudo, o pior mesmo, foi toda a rede de mentiras montada pelos maiores meios de comunicação para apoiar o candidato Serra. Alias, nem foi o pior. Pior mesmo foi o fato de que pessoas de boa índole, e até mesmo inteligentes, acreditaram em muitas das farsas armadas pelas propagandas veiculadas. O bom disso foi que perderam. Vimos que o poder de escolha finalmente mudou de mãos.

Muitas igrejas saíram ganhando. Nunca se viu tantos pastores safados aparecerem tanto, influenciarem tantos. Nunca se viu tantos bispos reacionários irem ao Papa (esse Papa, não sei não...) solicitando pronunciamento de rejeição a candidatos cujas linhas de pensamento foram distorcidas pela mídia. E o Papa, prontamente, acedeu. O mesmo Papa que nunca fez um pronunciamento com congratulações ao Brasil, por ser hoje o primeiro país do mundo no "ranking" do combate à pobreza.

O nome de Jesus foi usado, na maioria das vezes, para pedir votos justamente para aquele que faz o contrário do que Jesus pregava, ou seja, uma justa distribuição de renda. Aliás, parte da igreja sempre fez tudo ao contrário do que sua doutrina reza. Seria demais querer agora que eles se posicionassem certo. Afinal, João XXIII já não existe e foi um só.
A cada dia que passa mais ateu vou ficando, graças a Deus. Ateu, pelo menos, em relação ao "deus" dessa cambada. Meu Deus é outríssimo.

As discussões sobre política me mostraram o quanto as pessoas não acompanham o que acontece com esse nosso imenso Brasil: gente que fala que foi o mais pobre que se ferrou com o Governo Lula; gente que fala que qualquer um que estivesse lá faria melhor que Lula; gente que diz que Veja e Globo foram imparciais nessa campanha.
Não dá pra discutir com essa gente, não é? Discutir música com quem acredita que Lupicínio Rodrigues fundou os Beatles? É inviável. Fiquei calado, ao menos poupo saliva.

E agora, para concluir, vem a notícia de que uma estagiária de Direito, de São Paulo, "soltou os cachorros", na Internet, revoltada com a vitória de Dilma. Ela tem medo que 2012, nem aconteça". Ou seja, Dilma pode acabar com o Brasil e, quiçá, com o
mundo. A inteligente culpa os nordestinos pela vitória de Dilma e conclui seus vômitos raivosos com a frase: "Façam um favor a São Paulo: todos os dias matem um nordestino afogado".
Dá para acreditar? Claro que dá. É coisa de preconceito, é coisa de
arrogância, é coisa de... direita. Desse lodo saiu uma boa coisa: a fulaninha foi demitida, sumariamente, do escritório em que trabalhava e está sendo iniciado um processo contra ela por preconceito e incitação à violência.