Sejam Bem-vindos

Ideia, cinema, literatura, opinião, crítica, política, Direito, dia-a-dia - Um espaço para escrever, relaxar e soltar o verbo.
A preocupação é deixada de fora.


Sinta-se em casa!




terça-feira, 22 de março de 2011

Ler...(by Fabi)

Com o advento da Internet, deu-se origem à uma nova "Lingua Portuguesa", a qual jovens de todas as idades, em uma tendência cada vez mais crescente, usam as regras gramaticais de acordo com seus critérios, da maneira que mais lhes convém. Como profissional de educação, cada dia mais, fico impressionada com o despreparo de nossos jovens, com a forma de como a Língua Portuguesa vem sido "assassinada". É muito comum hoje em dia, nos depararmos com redações onde os alunos abreviam tudo (vc, q., qdo).
Isso, quando não extrapolam de vez (axim, ki, iscrevi, delixia, amigah). Nada anormal num contexto virtual, o problema é que eles estão transpondo isso para a escrita regular. São vícios de escrita que são prejudiciais, que num concurso público, numa redação de vestibular, seriam um golpe de morte no candidato. Até pq escrever errado na Internet, leva ao erro ortográfico em qualquer texto.
Percebo pouco interesse dos adolescentes pela leitura, pelos livros em geral. Não há gosto, prazer em ler. A leitura é, na maioria da vezes, feita por obrigatoriedade, mostrando que eles não estão sequer familiarizados com o livro. Uma geração de analfabetos funcionais, que leem, mas não conseguem interpretar, entender o que leram. Dados do último Enem revelam que falta aos jovens, habilidade de argumentação na hora de redigir sobre temas da atualidade e o domínio da leitura compreensiva, ou seja, entender o que leu. Decorrência de quem, obviamente lê pouco. O que será que falta? Investimento em educação? Interesse pessoal de cada um?
Hoje temos os e-readers, substitutos dos livros de papel. Mas na opinião dessa humilde educadora que vos escreve, nada substitui o livro propriamente dito. O cheiro, a sensação tátil, o folhear de página à página, nada pode se interpôr à magia da grande "viagem", ingredientes básicos da imaginação que voa ao lermos um livro de verdade...
Leia!!! Quem lê sabe mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário