Sejam Bem-vindos

Ideia, cinema, literatura, opinião, crítica, política, Direito, dia-a-dia - Um espaço para escrever, relaxar e soltar o verbo.
A preocupação é deixada de fora.


Sinta-se em casa!




terça-feira, 26 de julho de 2011

Anders Behring Breivik, o assassino ( by Gian)

Ultraconservador e de extrema direita. Essas são as principais características do homem que conseguiu, sozinho e sem ajuda de qualquer grupo relacionado ao terrorismo, matar 93 pessoas na Noruega.

Sua história de conservadorismo é a de sempre, ódio aos negros e estrangeiros, aversão ao multiculturalismo e a religiões não-cristãs. Quando mais jovem, participou de grupos e eventos neonazistas. Tinha ódio dos imigrantes somalis e dos membros e apoiadores do partido trabalhista norueguês.

O ideais defendidos por Anders Behring Breivik em vários aspectos se assemelham com políticos de outros países, inclusive brasileiros, como é o caso do deputado Bolsonaro, que expõe publicamente seu ódio a negros e homossexuais. Um ódio que às vezes vejo até em pessoas próximas a mim.

A raiva está presente, é sua vizinha, torça para que não se manifeste ao seu lado, como foi na Noruega.

Nenhum comentário:

Postar um comentário