Sejam Bem-vindos

Ideia, cinema, literatura, opinião, crítica, política, Direito, dia-a-dia - Um espaço para escrever, relaxar e soltar o verbo.
A preocupação é deixada de fora.


Sinta-se em casa!




quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Temos muitos Stephens (By Gian)



Todos estão acompanhando essa ação terrorista do governo estadunidense de invadir a soberania dos países e de seus governantes, além da privacidade de quem quer que seja, através da bisbilhotagem em mensagens eletrônicas de qualquer tipo que seja. A arrogância e a prepotência do EUA é sem limites. Discursam sobre o combate ao terrorismo, que nada mais é que uma desculpa esfarrapada do reino do umbigo acima de tudo e de todos. Isso tudo é somente um lado de uma moeda que não poupa governantes, cidadãos e, muito menos, empresas internacionais, a exemplo da nossa Petrobrás. Assim como suas guerras e invasões não poupam vidas civis, inclusive de crianças.

O pior é que existe um monte de baba-ovo-puxa-saco desse país que nos espiona; e sempre que alguém vem falar mal do Brasil e chupar o ovo do saco escrotal estadunidense, me lembro do último filme do Tarantino, onde Samuel L. Jackson (personagem Stephen), escravo africano alegórico, serelepe e puxa-saco, faz toda uma abanação de rabo pra todas as atitudes do seu patrãozinho, que não mede palavras em dizer que a raça negra é submissa pela natureza do seu cérebro. É assim que os EUA devem gargalhar desse nosso monte de idiotas, que faz de tudo para ficar de quatro desde que tenha um Nike sob os joelhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário