Sejam Bem-vindos

Ideia, cinema, literatura, opinião, crítica, política, Direito, dia-a-dia - Um espaço para escrever, relaxar e soltar o verbo.
A preocupação é deixada de fora.


Sinta-se em casa!




sexta-feira, 15 de setembro de 2017

"Ilegítimo (Ilegitim)"


Esse filme romeno aborda dois temas incômodos: Aborto e incesto. O diretor Adrian Sitaru nos coloca inicialmente dentro de uma sala em uma mesa de almoço onde os filhos questionam o pai sobre ser verdade ele ter denunciado outros médicos pela realização de abortos na época do regime comunista de Nicolae Ceausescu, o assunto se torna caloroso quando pai confirma a notícia, mas diz que o fez por convicções ideológicas. Posto contra parede e pressionado pelos filhos idealistas, principalmente pela filha que estuda filosofia, o pai sai de casa, mas não sem antes contar que foi graças a sua atitude de ser contra o aborto que os dois filhos gêmeos estão no mundo, pois a falecida mãe queria tirá-los ao saber que estava grávida de dois. Com enquadramento um tanto irregular, câmeras próximas e zoons frequentes, a fotografia coloca o espectador como voyeur dentro uma família que lida com suas próprias inseguranças, dúvidas e medos. A narrativa se torna imprevisível, e os diálogos e defesas das diferentes posições são colocados de modo franco sem uma aparente parcialidade da produção. O filme participou das mostras do festival de São Paulo e de Berlim, ambos em 2016. Nota 8.0

Nenhum comentário:

Postar um comentário