Sejam Bem-vindos

Ideia, cinema, literatura, opinião, crítica, política, Direito, dia-a-dia - Um espaço para escrever, relaxar e soltar o verbo.
A preocupação é deixada de fora.


Sinta-se em casa!




quinta-feira, 22 de julho de 2010

O amor... (by Fabi)


Todos os dias, pessoas repetem a mesma frase: "Eu te amo!"
Uma das necessidades básicas de todo ser humano é a aceitação. Precisamos ser aceitos, precisamos ser amados, assim como precisamos amar...
A sensação do amor é doce, envolvente, intensa e isso independe do objeto desse amor.
Sofremos por ele, sorrimos e choramos por ele, pode trazer alegria, mas também pode vir acompanhado de dor. A verdade, é que não há explicação para o óbvio. Amamos e ponto final. O amor a DEUS, a um namorado, um cãozinho, um amigo, um bem material, não importa! Tudo aquilo que nos traz certo bem-estar, sensação de alegria, amamos. Amamos certo, às vezes amamos errado. Existem até aqueles que não sabem amar, ou que amam demais. Mas uma coisa é certa: ninguém entende mais de amor do que as crianças. Elas com suas definições simples, inocentes, falam de amor de maneira desinteressada e pura.
Existem seres mais aptos a conceituarem o amor do que as crianças?
Uma pesquisa feita por profissionais de educação e psicologia nos EUA, com um grupo de crianças de 4 a 8 anos sobre o que seria o amor, reflete bem o que escrevo:


"Amor é quando o seu cachorro lambe a sua cara, mesmo depois que vc deixa ele sozinho o dia inteiro." Mary Ann, 4 anos


"Amor é se abraçar e se beijar e dizer não." Patty, 8 anos


"Quando alguém te ama, a forma de falar seu nome é diferente." Billy, 4 anos


"Se vc quer aprender a amar melhor, vc deve começar com um amigo que vc não gosta." Nikka, 6 anos


"Eu sei que minha irmã mais velha me ama, porque ela me dá todas as suas roupas velhas e sai para comprar outras." Lauren, 4 anos


"Há dois tipos de amor, o nosso amor e o amor de DEUS, mas o amor de DEUS junta os dois." Jenny, 4 anos


"Amor é quando vc sai para comer e oferece as suas batatinhas fritas sem esperar que a pessoa te ofereça as batatinhas dela." Chrissy, 6 anos


"Amor, é quando minha mãe faz café para o meu pai e toma um gole antes para saber se está do gosto dele." Danny, 6 anos


"Deus poderia ter dito palavras mágicas para que os pregos caíssem da cruz, mas ele não disse isso. Isso é amor." Max, 5 anos





Nenhum comentário:

Postar um comentário